Escola Profissional de Felgueiras


Escola Profissional de Felgueiras

A Escola Profissional de Felgueiras é um estabelecimento de ensino de natureza privada, prossegue fins de interesse público e goza de autonomia pedagógica, administrativa e financeira.
Criado e em pleno funcionamento desde Julho de 1991, é actualmente a sua Entidade Proprietária a sociedade EPF– Ensino Profissional de Felgueiras Lda., tendo como sócio maioritário a Câmara Municipal de Felgueiras.
No âmbito da sua actividade de ensino e formação profissional está sujeita à tutela científica, pedagógica e funcional do Ministério da Educação.

Cursos Profissionais Nivel III

  • Técnico de Design de Calçado e Marroquinaria
  • Técnico de Gestão
  • Técnico de Multimédia
  • Técnico de electrónica e de telecomunicações
  • Técnico de Eletrónica, Automação e Computadores

Contactos

E-mail

Website






3 Respostas para “Escola Profissional de Felgueiras”

  1. Quando começam os cursos ?

  2. Bom dia Fátima, em resposta à sua pergunta será melhor contactar a escola pelo número 255312482 ou pelo email epf@epfelgueiras.org

  3. FERNANDO PESSOA – No Centro Multimeios de Espinho

    Exmos. Senhores (as)

    O Teatro Aramá do Porto vem propor ao vosso estabelecimentos de ensino a assistir ao espectáculo que passamos a apresentar:

    TÃO ESTRANHAMENTE EU – a partir de vários poemas de Fernando Pessoa

    O espectáculo parte da obra heterónima e ortónima do Poeta

    CONDIÇÕES:
    Público-alvo: Estudantes do ensino secundário
    Datas: 21 e 22 de Março

    Horários: 11h e 14h30

    Local: Centro Multimeios de Espinho
    Preço: 4€ por aluno (um professor por cada 10 alunos entra gratuitamente)
    Reservas: Centro Multimeios de Espinho – Patrícia Ferreira
    telef: 227331190 – visitasestudo@multimeios.pt

    Sinopse
    O espectáculo desenvolve-se a partir dos “múltiplos” de Pessoa. As particularidades de cada um dos heterónimos, assim como as do seu criador, compõem um conjunto de quadros onde se observam “MUNDOS”, deslumbrantemente diversificados, onde tanto, aparentemente, parece simplificar-se mas, onde tudo, desesperadamente, se complexifica.
    É na força avassaladora dos contrastantes que todo o espectáculo se define e se constrói. Ele propõe um trajecto labiríntico pelo qual se dá o encontro com os mais puros e inebriantes ou, em doloroso e surpreendente contraste, com os mais extremos e (in) confessáveis sentimentos, sensações, pensamentos e ideias.

    É no conhecimento da dimensão humana que o poeta se atinge em pleno. E, neste sentido, o espectáculo ousa desafiar as ambiguidades que habitam no corpo e na mente humana. As lutas consecutivas, às vezes infindáveis, entre o corpo e a mente, surgem como duas forças incontroláveis que se condenam e aprisionam mutuamente. Fatalmente, chegam mesmo à aniquilação mútua.
    “Tão Estranhamente Eu” não deixa de “reflectir o “Eu” frente a um espelho em que (me) vejo tantos…Outros!
    Cumprimentos
    Teatro Aramá