Escola Profissional de Arqueologia


Escola Profissional de Arqueologia

Nascia assim em 1990 a Escola Profissional de Arqueologia, congregando vontades quer do Ministério da Educação quer do Ministério da Cultura.

Instalada na Área Arqueológica do Freixo, espaço de 50 hectares classificado como Monumento nacional desde 1986, a Escola vai ocupar alguns edifícios recuperados na aldeia do Freixo, agora adaptados às necessidades da formação específica aí ministrada.

Em Outubro de 1990, inicia as aulas a primeira turma da escola, do curso de Assistente de Arqueólogo.

Destinados a jovens com o 9º ano de escolaridade, este curso de 3 anos possuía 15 alunos, sendo sobretudo jovens oriundos de todo o país que agora se juntavam no Marco de Canaveses à procura de um realizar um sonho, trabalhar em arqueologia.

Cursos Ensino Profissional (equivalência 12º)

  • Assistente de Arqueólogo
  • Técnico de Museografia e Gestão do Património – Turismo

Contactos






Comments are closed.